Como Liderar na Era do Trabalho Híbrido? 8 Dicas Práticas

trabalho-híbrido-1

O Trabalho Híbrido veio para ficar!

Após meses de home-office obrigatório devido a pandemia, algumas empresas analisaram a possibilidade de deixar o time remoto 100% e não ter mais uma sede física, porém o tempo mostrou que neste modelo totalmente remoto, perde-se princípios importantes, como senso de pertencimento, capacidade de inovação, perpetuação da cultura empresarial, saúde mental do colaborador, entre outros.

Ao mesmo tempo que o home-office “eterno” não era a saída ideal, voltar ao trabalho presencial no mesmo formato pré-pandemia também parecia não ser a melhor estratégia.

Após muitas análises, fóruns, discussões e pesquisas, muitas empresas encontraram no trabalho híbrido um equilíbrio interessante entre o remoto e o presencial.

Dados de um levantamento encomendado pelo Google Cloud à consultoria IDC mostram que 43% das empresas já anunciaram que adotarão o trabalho híbrido.

Neste novo cenário, muitos gestores se perguntam: como liderar na era do trabalho híbrido?

Os especialistas em liderança e comunicação, Kevin Eikenberry e Wayne Turmel, começam o seu livro The Long-Distance Leader: Rules for Remarkable Remote Leadership explicando que os princípios da liderança são os mesmos no trabalho híbrido. Veja a frase inicial do livro:

Liderar uma equipe remota é, antes de tudo, liderança, e os princípios de liderança não mudaram; são princípios

trabalho híbrido

Para ajudar você na tarefa de liderar um time na era do trabalho híbrido, separamos 8 dicas práticas com novos aprendizados (e antigos que ainda funcionam).

1. Estude Inteligência Emocional

Nunca foi tão importante identificar e encarar emoções e sentimentos. Como gestor é seu papel reconhecer e lidar com as emoções dos seus liderados, além de manter o seu próprio controle emocional. Essa tarefa fica mais complexa quando o time não está fisicamente presente, por isso é ainda mais urgente estudar este tema.

Existem diversos cursos e livros disponíveis no mercado. Para entender um pouco mais sobre o tema leia o artigo Inteligência Emocional: O que é, Importância e Como Desenvolver, da FIA.

2. Faça Reuniões Periódicas (mas úteis)

trabalho híbrido

Manter um calendário de reuniões periódicas é fundamental para que cada um possa falar sobre o que está trabalhando e onde precisa de apoio. A recorrência destas reuniões vai depender muito do tipo de atividade da equipe, em alguns casos é indicado que seja uma reunião diária rápida, em outros uma semanal e dependendo do caso pode ser feita uma diária mais operacional e uma semanal com temas mais estratégicos.

Um ponto importante é que toda reunião deve ser útil e produtiva. Como o time (ou parte dele) está remoto, há uma tendência a marcar reuniões que muitas vezes poderiam ser resolvidas em uma ligação ou até mesmo em um e-mail. Cuidado para não sobrecarregar o time com um milhão de reuniões. Se quiser deixar suas reuniões mais produtivas temos um artigo completo sobre o tema Reunião Produtiva: 9 Dicas

3. Seja um Guardião da Cultura

Organizações que possuem cultura forte e propósito bem definido tendem a ter melhores resultados e colaboradores mais engajados.

Você como líder é um dos guardiões da cultura e mesmo no trabalho híbrido você é responsável por passar essa cultura ao seu time. Para que isso seja possível, é necessário conhecer muito bem a empresa.

4. Invista em Comunicação

Esse é um daqueles princípios que não muda. Seja no híbrido, remoto ou presencial, a comunicação com o time precisa ser clara e objetiva. Simples assim 🙂

5. Gere Conexão e Senso de Pertencimento

O ser-humano precisa sentir-se vinculado e conectado, faz parte da nossa essência. Um time conectado é muito mais engajado, produtivo e inovador.

Uma ideia bacana para manter a conexão do time no trabalho híbrido é tentar combinar um dia no mês para todos estarem fisicamente no escritório. Também podem ser realizados eventos Offsite, que são encontros fora da empresa, que podem ser mais formais (uma reunião) ou mais lúdicos, como por exemplo uma ida ao parque, ao boliche, um almoço.

No tema conexão, nada substitui o contato presencial, mas se realmente não for possível reunir o time presencialmente, faça eventos online de conexão, pode ser um happy hour, um café da manhã ou até mesmo atividades que envolvam gamificação.

Quando você consegue juntar conexão, cultura forte e comunicação clara, o senso de pertencimento dos colaboradores será muito elevado, ajudando a empresa a atrair os melhores profissionais e atingir resultados mais rápido.

6. Dê Autonomia para o Time

trabalho híbrido

Se no presencial a autonomia já é importante, no híbrido é questão de sobrevivência. Se você fizer microgerenciamento a distância, além de ficar louco e trabalhar até o esgotamento, ainda vai deixar o time estressado.

Delegue de forma clara, defina prioridades, faça follow-up e analise os resultados, mas não interfira na execução.

7. Saiba Dar e Receber Feedback

O Feedback constante diminui a ansiedade da equipe e orienta para resultados. É importante dar feedback no dia a dia, no momento em que as coisas acontecem, mas o ideal é também ter reuniões específicas e estruturadas para este fim.

No escritório, esse feedback do dia a dia é mais fácil porque as pessoas tem mais conversa de corredor e tomam mais cafézinho com seus pares e gestores. No híbrido é importante não perder este tema de vista e ter espaço para estas conversas mais informais.

Uma outra recomendação é ter uma cultura de feedback 360 graus, ou seja dar e receber feedback dos liderados, do seu gestor e também dos pares. Isso vai ajudar você a evoluir como gestor, ter a percepção de como está a sua performance, como está o time e se a empresa está no caminho certo para atingir os resultados.

8. Fique de Olho na Saúde Mental do Colaborador

A pandemia fez com que ansiedade e depressão aumentassem consideravelmente. No trabalho híbrido é importante estar alerta aos pequenos sinais, prestar atenção e ouvir o outro.

É papel do gestor identificar se o colaborador está bem no home office. Lembre-se que nem todos tem estrutura adequada para ficar longe do escritório, seja estrutura física (local silencioso, internet e etc) ou estrutura emocional (lidar o dia todo com a família, sentir-se sozinho e isolado e etc).

Avalie caso a caso e se for necessário sugira que o colaborador frequente mais o escritório.

Segundo estudo da Universidade da Califórnia, realizado em parceria com a PwC, um trabalhador feliz é 31% mais produtivo e três vezes mais criativo!

Mais sobre Trabalho Híbrido

Se você quer saber mais sobre Trabalho Híbrido, Trabalho Remoto e novas modalidades de trabalho, não deixe de ler 6 Armadilhas do Trabalho Remoto

Clique para WhatsApp
Precisa de ajuda?
Oi :)
Como podemos te ajudar?
Nosso WhatsApp: 11 99476-6018